No peito e na alma !

No peito e na alma !

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Dorival abre as portas do Santos para Gabigol em 2017: "Muito bem-vindo"

Atacante está em baixa no Internazionale e só fez um jogo pelo clube italiano. Há chances de o Menino da Vila ser emprestado em janeiro e o Peixe está de olho

O técnico Dorival Júnior tem um conselho para Gabigol: retornar ao Santos. O treinador do Santos não sabe se esse é o melhor caminho para o atacante, mas adoraria tê-lo de volta ao elenco para 2017 para a disputa da Libertadores. 

Gabriel só fez uma partida pelo Internazionale, da Itália, desde quando foi negociado, em agosto - ficou em campo apenas 16 minutos. Há chances de ele ser emprestado em janeiro do ano que vem, e o Peixe está de olho, apesar de saber que não seria simples contratá-lo. 

– Um conselho que eu daria é para ele voltar ao Santos, mas não sei se é conselho certo ou errado. É natural ter uma certa paciência na Europa, a adaptação é diferente. Seria importante a manutenção (dele no Inter). Se acontecer o contrário, será muito bem-vindo. É o sentimento dele que vai valer muito mais do que qualquer outra situação agora – disse o treinador em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Se Gabigol for mesmo liberado pelo Inter, a vontade é permanecer em um grande clube europeu ou voltar à Vila Belmiro. O problema é que o clube italiano não está disposto a dividir seus salários, que são de aproximadamente R$ 900 mil, e pode cedê-lo a outro clube disposto a pagar o valor. Empoli e Pescara, da Itália, e Las Palmas, da Espanha, têm interesse.

Além de Robinho, Gabriel é sonho do Peixe, que sabe que as chances de repatriar um dos dois são remotas, e busca outras opções no mercado. O atacante Vladimir Hernández, do Junior Barranquilla, já foi contratado e chega em janeiro. Globoesporte.com

Santos volta a Libertadores com elenco jovem, porém isso não é novidade


O Santos não participava da Libertadores desde 2012 e com a boa campanha no Campeonato Brasileiro, volta para competição continental em 2017. O elenco do Peixe é jovem e por isso terá vários estreantes. Porém isso não é novidade nenhuma, em 2011 apenas oito jogadores tinha experiência no torneio.

Apenas sete jogadores da equipe atual do Santos já jogaram á Libertadores: David Braz, Renato, Copete, Ricardo Oliveira, Vladimir, Vecchio e também Valdimir Hernández que já foi contratado mas só se apresenta ao clube em janeiro.

Essa mescla é comum na história do clube, em 2011 quando o Alvinegro foi Campeão, o time tinha jogadores rodados como Durval, Edu Dracena, Léo, Arouca, Elano e jovens como Neymar, Ganso, Rafael entre outros. E esse equilíbrio deu certo com o Peixe após 48 anos vencendo o torneio.

Hoje o elenco santista também tem essa mescla, com Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Renato e Ricardo Oliveira como pilares nessa equipe, aliado com muita juventude de Zeca, Thiago Maia e Vitor Bueno. Mas vale ressaltar que o goleiro e lateral direito da equipe nunca jogaram á Libertadores.

Copete que venceu o torneio pelo Atlético Nacional em 2016, acredita que é necessário se adaptar para o time buscar o título da competição.

“Dá para se adaptar, lutar dentro da competição. Teremos grandes jogadores, com muitas qualidades e esperamos lutar e conseguir o título, que é o que planejamos”, afirmou o atacante colombiano. por Matheus Henrique Vieira Ramos /Torcedores.com

Santos divulga camisa com detalhes verdes em tributo à Chape



A diretoria do Santos divulgou na noite desta quinta-feira a camisa que o time irá utilizar na despedida do Campeonato Brasileiro, no compromisso de domingo contra o América-MG, na Vila Belmiro. Seguindo outras agremiações brasileiras, a equipe da Vila Belmiro irá realizar uma homenagem à Chapecoense em função da tragédia ocorrida na semana passada na Colômbia.

A camisa santista, normalmente branca e preta, ganha detalhes em verde, a cor da Chape. O uniforme terá os escudos do time catarinense e até do Atlético Nacional, da Colômbia, o outro finalista da Sul-Americana. Na região em que normalmente aparece o patrocinador principal do time, será colocada a hashtag #ForçaChape.

Todos os patrocinadores do Peixe estarão na camisa, também na cor verde. Além disso, os atletas vão usar o uniforme estampando os nomes dos atletas falecidos na tragédia. Por fim, o Santos, a exemplo de seu rival no domingo, carregará parte do hino da Chapecoense, na barra inferior da camisa. Gazeta Esportiva

Santos briga por terreno de Arena com coirmão e veta empréstimo de atletas



A decisão do Conselho Deliberativo da Portuguesa Santista de rejeitar, por unanimidade em votação, a parceria do Santos na construção de uma moderna Arena para os clubes, decretou uma pequena "guerra" entre eles. O alvinegro praiano pôs fim a parceira que foi vitoriosa para o time de Ulrico Mursa, que conquistou o acesso para a Série A3 do Campeonato Paulista deste ano.

O Santos já avisou que não emprestará mais jogadores para a Briosa, seu clube 'coirmão', e já conversa com um novo parceiro na Série A3 – o São Carlense. A diretoria santista já havia disponibilizado uma lista de dez atletas para emprestar para a Portuguesa em 2017, mas pode repassar a relação para o time de São Carlos.

Se não bastasse, Santos e Portuguesa Santista iniciam uma disputa pela compra do mesmo terreno para construção de seus novos estádios – o terreno da Secretaria de Patrimônio da União (SPU).

Os dois clubes contam com investidores na briga pelo terreno. A verba do Santos viria de um fundo de investimentos dos Estados Unidos, liderado por um brasileiro que tem 40% das ações e mora em Nova York. O projeto também tem participação das empresas Fernandes Arquitetura e Conexão 3. O alvinegro praiano alega que não gastará um centavo sequer.

A Portuguesa Santista, por sua vez, conta com a parceria do Grupo Mendes, um dos principais empresários da cidade de Santos e responsável por construir a maioria dos shoppings centers na Baixada Santista.

O fim da parceria entre os coirmãos foi decretado na última terça-feira, quando a Portuguesa Santista escolheu o projeto de Armênio Mendes e rejeitou a parceria santista na construção da Arena. 

Foram 41 votos a favor do projeto apresentado pelo investidor e nenhum para a proposta do Santos. A decisão da Portuguesa Santista complica o time da Vila Belmiro, já que boa parte do terreno utilizado na construção da Arena da Briosa seria empregado no projeto de construção no novo estádio do Santos.

O novo estádio da Portuguesa Santista deve ter capacidade para 12 mil torcedores e ficará em cima de um shopping center de três andares, que incluirá oito salas de cinema e 220 lojas. O grupo Mendes ainda promete um clube com piscina, estacionamento para mais de 300 carros, além de uma nova sede social.

A inclusão da Briosa, como é conhecida o clube na cidade, era importante para o projeto do Santos. Além de utilizar parte do terreno onde está localizado o estádio Ulrico Mursa e seu estacionamento, o Santos ganharia maior visibilidade de sua Arena, pois teria a entrada principal para o canal 1, Avenida Senador Pinheiro Machado. Uol

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Santos rompe com Portuguesa após time vizinho optar por arena individual


Presidente Modesto Roma Júnior descarta emprestar jogadores à Briosa e encerra parceria. Na última terça, o Rubro-Verde aprovou a proposta da Arena Ulrico Mursa

Santos e Portuguesa Santista não são mais parceiros. Após o Conselho Deliberativo da Briosa optar pela proposta de construção da Arena Ulrico Mursa, a diretoria do Peixe deu por encerrado o acordo entre os clubes vizinhos.

A parceria começou no fim de 2015, com o Peixe emprestando 14 atletas para disputa do Campeonato Paulista da Segunda Divisão – competição conquistada pela Portuguesa Santista neste ano. O bom relacionamento entre as diretorias acabou prejudicado com as diferentes propostas de arenas.

– Foi uma decisão da Portuguesa Santista e eu respeito. Não existe parceria com quem não quer ser parceiro. A votação (do Conselho da Briosa) deixou isso bem claro – disse, Modesto Roma Júnior.

Modesto revelou que os jogadores que seriam emprestados nesta temporada ficarão no Santos B – o Peixe já havia disponibilizado uma lista com cerca de 10 nomes. Sobre a construção da Arena do Santos, o presidente deixou claro que o projeto segue da mesma forma. 

– O nosso projeto não foi prejudicado. Primeiro, eles têm que comprar o terreno da União para seguir com a proposta deles. Se for necessário, o Santos vai tentar comprar a mesma área – concluiu.

O projeto da Arena Santos prevê um estádio para 27.286 torcedores, que custará R$ 450 milhões. Os terrenos utilizados pertencem à União e já há negociação em andamento para a compra dos imóveis. A ideia inclui investimentos de R$ 25 milhões para a reforma da Vila Belmiro, que manteria 100% dos lucros para o Alvinegro. A manutenção do tradicional estádio santista, de R$ 300 mil por mês, seria custeada por um fundo de investimentos americano. Jogos menores seriam marcados para a Vila. 

Arena Santos teria o novo estádio da Portuguesa Santista anexado (Foto: Reprodução)

Globoesporte.com

Zagueiro Cleber, Contratação ?

Nação Santista, Cléber zagueiro do Hamburgo, deve ser anunciado pelo Santos, segundo comentarista da Fox Sport, Fabio Sormani. O que acham??

 

Naldo Faustino

Paz entre as torcidas em São Paulo teria relação com ordem do PCC

A trágica queda do avião que matou 71 pessoas da delegação da Chapecoense e jornalistas trouxe grande comoção no mundo do futebol. Até mesmo as torcidas que causavam brigas com frequência, como é o caso das facções dos grandes paulistas, se uniram e fizeram um evento pela paz. No entanto, a polícia desconfia que esse ato teve outra causa.

Segundo matéria publicada pelo site da Rede TV, o PCC (Primeiro Comando da Capital) teria dado a ordem para o fim da confusão entre os torcedores organizados em São Paulo. Áudios publicados mostram integrantes de torcidas confirmando ameaças da facção organizada. Para a polícia, ainda é um grande mistério a causa dessa exigência do PCC.


Os problemas entre torcidas organizadas em São Paulo aumentaram a partir do ano passado. Logo após a morte de um torcedor na zona leste da capital, no dia do confronto entre Corinthians e Palmeiras, a Secretaria da Segurança Pública do Estado determinou a realização de clássicos apenas com a presença de torcedores do mandante nos estádios.

O evento do último final de semana reuniu no Pacaembu as maiores torcidas organizadas de Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Estiveram presentes representantes da Gaviões da Fiel, Mancha Alviverde, Torcida Jovem e Independente, que levaram as cores de suas equipes para as imediações do estádio na região central da cidade Gazeta Esportiva

Santos estuda pagar parte do salário de Thiago Ribeiro em troca por Marcos Guilherme



O Santos já confirmou em novembro que não pretende ficar com Thiago Ribeiro em 2017. O problema é que o clube não encontrava ninguém disposto a ficar com o atacante. Nos últimos dias, porém, o Atlético-PR mostrou interesse no jogador e pode ajudar a equipe alvinegra duas vezes.

Isso porque o alvinegro quer contar com Marcos Guilherme para a disputa da Copa Libertadores de 2017. Sabendo que o meia não vive situação confortável no Atlético, depois de perder espaço entre os titulares, o Santos pretende propor uma troca, liberando Thiago Ribeiro e trazendo o jovem para a Vila Belmiro.

A ideia do Santos é arcar com os salários de Marcos Guilherme, enquanto o Atlético-PR pagaria os vencimentos de Thiago Ribeiro, que giram em torno de R$ 300 mil, de forma integral. Os paranaenses, contudo, desejam que o Santos banque metade do ordenado mensal do atacante.

Apesar de tentarem diminuir essa pedida dos paranaenses, os dirigentes alvinegros tendem a aceitar o negócio, pois acreditam que essa pode ser a única saída para diminuir o prejuízo que o clube terá caso o atacante siga encostado Vila Belmiro. Thiago Ribeiro, por sua vez, não abre mão do seu alto salário. Ele tem contrato com o Santos até dezembro de 2017.

Já Marcos Guilherme é um sonho antigo da diretoria. Por indicação do técnico Dorival Júnior, o Santos já tentou trazê-lo em junho deste ano, mas não obteve sucesso. Revelado pelo Atlético-PR, o meia, natural de Itararé, no interior de São Paulo, fez uma boa temporada em 2015 e chamou a atenção de várias equipes. Seu contrato com o Furacão vai até 2019. ESPN

Elano se despede com invasão de Dorival e elenco: "agora é professor Elano"



O meia Elano se despediu oficialmente da carreira de atleta e anunciou o início de sua trajetória como auxiliar técnico. O camisa 11 foi homenageado. Ele concedia entrevista coletiva ao lado de Renato, Ricardo Oliveira e o ex-lateral Léo, quando a sala de imprensa foi invadida por Dorival Júnior e o grupo de atletas.

Os atletas entraram na sala com "gritos de guerra" a Elano e atirando água no ex-meia santista. Dorival "embarcou" na brincadeira e cobrou o elenco. "É a última brincadeira. Agora é só professor Elano", brincou o treinador.

"Agora é sério, não tem mais essas brincadeirinhas de time pequeno. Ele não sabe o pepino que está pegando", completou.

Elano será auxiliar técnico fixo da comissão técnica de Dorival Júnior. O ex-meia ocupará a vaga de Marcelo Fernandes, afastado do cargo após desentendimento com Dorival. Empolgado com a nova função, Elano avisa que pretende ser treinador no futuro, mas evitou projeções.

"Vou exercer função de auxiliar técnico fixo juntamente com o Chulapa. Vou procurar executar os trabalhos do Dorival. Nesse momento aprender e entender o que cada atleta e o presidente pensam para poder ajudar a intermediar situações. Poder passar aos meninos o que eu venho passando, junto com Renato e Ricardo que são alicerces dos resultados que tivemos nos últimos dois anos. Dois líderes positivos, que assumem responsabilidade. Procurei auxiliar fora de campo, quando não vinha jogando, para motivar de alguma forma. Eles sabem que eu cobro porque eu sei o que tem no vestiário, qualidade de homens e atletas. Quero ser útil de trabalho, de amizade, comprometimento", disse.

"Sobre ser treinador, é cedo para eu colocar um tempo nisso. É uma carreira que se inicia. Respeito muito o Dorival, tenho muito a ouvir e aprender. Procuro sempre encostar do lado e trocar ideia para aprender. Vou me preparar. É uma vontade, mas não é em curto espaço, tenho que me preparar muito mais. Pode acontecer um dia, mas não consigo cravar se vai ser rápido ou demorar. Deve demorar. Vou aprender, estudar, entender... mas assim: estou em momento de aprendizado. No futuro, vocês vão saber porque sou direto. Hoje não consigo cravar", completou.

Em três passagens pelo Santos, Elano disputou 321 partidas, marcando 71 gols. Ele participou das duas gerações mais vitoriosas do clube no século, tendo sido bicampeão brasileiro em 2002 e 2004, época marcada por Robinho e companhia, e participado da equipe que encantou o futebol brasileiro e conquistou a Libertadores no início da década, sob comando de Neymar e Ganso. 

Pouco aproveitado dentro de campo em sua terceira passagem, que se iniciou em 2015, Elano já vinha atuando informalmente como auxiliar. O ex-jogador de 35 anos já aparecia à beira de campo orientando os jogadores mais jovens do elenco santista. Uol

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Ricardo Oliveira despista sobre futuro: 'Quero jogar onde sou bem quisto'




Na mira do São Paulo, o atacante Ricardo Oliveira quer "jogar onde é bem quisto". Em entrevista antes do Troféu Mesa Redonda, da TV Gazeta, o atleta do Santos não quis falar muito sobre seu futuro, mas classificou as notícias sobre uma transferência para o rival como "rumores".

"Não posso falara nada a respeito porque fico sabendo por vocês. Acho tudo isso muito normal. O Campeonato (Brasileiro) ainda não acabou, mas os rumores já começam a todo vapor neste final de ano. Eu só penso nesse último jogo e a cabeça já está voltada para as férias. Quero me descansar, desligar o telefone e recuperar a energia perdida esse ano. Até porque ainda me resta um ano de contrato, isso faz parte do futebol brasileiro, sempre acontece", afirmou o atacante.

O interesse do São Paulo na contratação do atacante aumentou ainda mais após o ex-goleiro Rogério Ceni assumir o comando da equipe. O treinador tricolor já deixou claro que pretende contratar um centroavante goleador para a próxima temporada, mas Oliveira preferiu despistar sobre o assunto.

"Não sei porque esse tipo de indagações, ainda tenho um ano de contrato. Até porque dentro do que passei na temporada, voltei artilheiro do time com uma média de gols melhor que ano passado. Infelizmente sofri a lesão, mas voltei e procurei ajudar da melhor maneira possível, acho que contribui com a minha parcela. Futebol é muito dinâmico, você nunca sabe o que vai acontecer. Só quero terminar logo esse campeonato porque foi um ano muito puxado. Não quero falar de futuro, só de presente, até pela tragédia (da Chapecoense) que aconteceu", completou.

Irritado com a procura do São Paulo, o Santos divulgou uma nota na tarde desta terça-feira negando qualquer tipo de acordo com o rival pelo camisa 9 e deixando claro que o atleta está nos planos alvinegros para 2017. ESPN

Portuguesa Santista opta por outra proposta e complica nova arena do Santos


O Conselho Deliberativo da Portuguesa Santista aprovou nesta terça-feira (07), por unanimidade, o projeto de construção de uma moderna arena para o clube. Mas, ao invés de optar pela parceria com o Santos, seu clube 'coirmão', foi escolhida a proposta do grupo Mendes, liderado por Armênio Mendes - um dos principais empresários da cidade e responsável por construir a maioria dos shoppings centers na Baixada Santista.

Foram 41 votos a favor do projeto apresentado pelo investidor e nenhum para a proposta do Santos. A decisão da Portuguesa Santista complica o time da Vila Belmiro, já que boa parte do terreno que será utilizado na construção da Arena da Briosa seria empregado no projeto de construção no novo estádio do Santos.

O novo estádio da Portuguesa Santista deve ter capacidade para 12 mil torcedores e ficará em cima de um shopping center de três andares, que incluirá oito salas de cinema e 220 lojas.

O grupo Mendes ainda promete um clube com piscina, estacionamento para mais de 300 carros, além de uma nova sede social.

Agora, os investidores precisam comprar o terreno que pertence a Secretaria de Patrimônio da União (SPU) para iniciar a construção. O espaço também faz parte do projeto do Santos para idealização do novo estádio.

A Portuguesa Santista alega que a proposta feita pelo coirmão não traz benefícios financeiros, já que ela ganharia R$ 70 mil por mês, mas por tempo determinado.

A inclusão da Briosa, como é conhecida o clube na cidade, era importante para o projeto do Santos. Além de utilizar parte do terreno onde está localizado o estádio Ulrico Mursa e seu estacionamento, o Santos ganharia maior visibilidade de sua Arena, pois teria a entrada principal para o canal 1, Avenida Senador Pinheiro Machado.
Arena do Santos ficaria maior com presença da Briosa

O projeto do Santos custará R$ 450 milhões e terá capacidade para 27.286 mil torcedores, mas ainda existe a possibilidade de aumentar o número de pagantes. Após questionamentos sobre a capacidade da arena por parte de alguns conselheiros, o clube paulista e as empresas Fernandes Arquitetura e Conexão 3, parceiras no projeto, não descartam a possibilidade.

A inclusão da Portuguesa Santista poderia aumentar a capacidade da arena, que seria utilizada por Santos, Briosa e Jabaquara, os três clubes da cidade. 

As arquibancadas ficariam atrás dos gols. Do lado leste seriam construídos os setores de cadeiras, enquanto do lado oeste o setor de camarotes e produtos Premium. O estacionamento teria capacidade para dois mil veículos, mas pode aumentar para quatro mil, conforme a demanda.

O Santos terá 40% da participação societária, enquanto 60% ficarão com os investidores responsáveis pela construção. O clube paulista ainda terá direito a 12,5% da bilheteria nos cinco primeiros anos, 15% dos seis aos dez anos, 17,5% dos 11 aos 15 anos, e 40% a partir dos 16 primeiros anos. Uol

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Que clube brasileiro revelou mais jogadores para a Champions? Veja ranking

A cada drible de Neymar pelo Barcelona, o torcedor santista se lembra da última era de ouro do clube. Sempre que vê Casemiro dominando o meio-campo do Real Madrid, o são-paulino se lamenta por não ter percebido antes o talento do volante. E todo desarme de Marquinhos no PSG irrita o corintiano por ter deixado o zagueiro escapar tão cedo.

Mas, afinal, qual é o clube brasileiro que mais revelou jogadores para a atual temporada da Liga dos Campeões da Europa, o torneio interclubes mais importante do planeta?


Se considerarmos como atleta revelado por um clube aquele que se profissionalizou por lá ou que deixou aquele time direto para o exterior, então o Santos é o campeão na revelação de talentos brasileiros para a elite do futebol mundial.

Sete de suas crias estão na edição 2016/17 da Champions.

Famoso pela utilização massiva de jovens em sua equipe adulta, o Santos aparece no topo da lista graças principalmente à vitoriosa geração de Neymar. Além do atacante do Barcelona, Ganso (Sevilla), André (Sporting) e Rafael Cabral (Napoli) disputam a competição internacional.

Outros dois integrantes da equipe alvinegra no início da década 2010 estão na Liga dos Campeões. No entanto, os laterais Danilo (Real Madrid) e Alex Sandro (Juventus) começaram suas carreiras no América-MG e no Atlético-PR, respectivamente.

Segundo colocado, com seis jogadores na Champions, o São Paulo também está no grupo dos clubes brasileiros que possuem um trabalho destacado na base. Mas, ao contrário dos alvinegros, isso não tem se refletido em títulos para o time adulto.

Só que os são-paulinos não podem reclamar que estão mal representados no torneio. Casemiro é titular do meio-campo do Real Madrid, o atual detentor do título europeu. Lucas tem se destacado no PSG. E Boschilia, apesar de banco, joga no Monaco, uma das sensações desta edição.

Além de Santos e São Paulo, chama a atenção a “presença” do Juventus na Liga dos Campeões. O pequeno clube do bairro paulistano da Mooca revelou três jogadores para a competição: Raffael (Borussia Mönchengladbach), Luizão (Benfica) e Thiago Motta (PSG), mais que Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo e muitos outros.

JOGADORES REVELADOS NA CHAMPIONS 2016/17:

1º – Santos: 7
André (Sporting)
Caio Henrique (Atlético de Madri)
Ganso (Sevilla)
Júnior Moraes (Dínamo Kiev)
Marcelo (Besiktas)
Neymar (Barcelona)
Rafael Cabral (Napoli)

2º – São Paulo: 6
Boschilia (Monaco)
Casemiro (Real Madrid)
Ederson (Benfica)
Hernanes (Juventus)
Lucas Moura (PSG)
Marcelinho (Ludogorets)

3º – Atlético-PR: 5

4º – Fluminense: 4

5º – Bahia e Juventus: 3

7º – Corinthians, Coritiba, Guarani, Grêmio, Juventus e Vasco: 2

13º – América-MG, Atlético-MG, Avaí, Cene, Comercial-PI, Corinthians-AL, Cruzeiro, Cuiabá, Desportivo Brasil, Grêmio Pinhalense, Guarani de Venâncio Aires, Figueirense, Flamengo, Internacional, Iraty, Joinville, Palmeiras, Quixadá, Remo, RS Futebol, São Caetano, São Carlos, Ulbra, União Mogi, Vila Nova e Vitória: 1