No peito e na alma !

No peito e na alma !

sábado, 25 de março de 2017

Bueno supera estrelas do Santos para ser 'cara da classificação' no Paulista

Camisa 7 fez gols em quatro das cinco vitórias do Peixe, superando Oliveira e Lucas Lima. Recuperado de 'trauma', ele tem tudo para ser o comandante da classificação, sábado


Pela primeira vez Lucas Lima e Ricardo Oliveira estarão juntos em um jogo fora de casa no Paulistão nesta temporada. Depois de todos os desencontros, a dupla finalmente terá a chance de comandar o Peixe em uma vitória, neste sábado, contra o Santo André, no ABC Paulista, às 15h, mas não é por causa dele que o Alvinegro tem grandes chances de se classificar antecipadamente.

O comandante das vitórias do Santos tem sido outro: Vitor Bueno. O camisa 7 traz na bagagem quatro gols nas cinco vitórias do Peixe no Paulistão. Só não ajudou na goleada sobre o São Bernardo porque não esteve em campo

Porém, o "marujo" santista não tem só alegrias para contar histórias. Nem sempre o mar foi calmo para o dono da Vila Belmiro no Paulista. Até chegar na liderança do Grupo D, o Peixe teve muitos icebergs pelo caminho. Para Vitor Bueno, uma ponta foi quase vital.

Diante do Palmeiras, a derrota mais amarga do Santos no ano, de virada, em casa, o camisa 7 teve a chance de abrir o placar, mas errou o chute sem goleiro e em baixo da trave.

A recuperação veio na última rodada, contra o São Bento. Depois de muito sufoco, foi dos pés dele que saiu o primeiro gol da vitória de 2 a 0 e o alívio

- Eu errei um gol inacreditável na partida contra o Palmeiras, que eu não poderia errar. Eu ficaria muito chateado se eu fosse torcedor e o jogador do meu time errasse aquele gol. Pô, eu iria querer matar ele. Por isso entendi a reação dos torcedores. Alguns vieram me apoiar e agradeço ao apoio e carinho. Vou procurar fazer o meu melhor para trazer orgulho para essa torcida maravilhosa. Vamos juntos. Tenho certeza que esse ano a conquista será grande - prevê o comandante, que avista bons horizontes para o Santos no ano.

Depois de prender em sua rede São Bento, Botafogo-SP, Red Bull e Linense, Bueno não pretende voltar de Santo André sem uma nova vítima. Resta saber se com ele, vem a classificação antecipada para a segunda fase.
Lance

Vladimir cria dor de cabeça, mas Dorival escolhe Vanderlei; entenda


Técnico consulta auxiliares e preparador de goleiros antes de optar pelo retorno do camisa 1 ao Santos na partida contra o Santo André neste sábado, no ABC

Vanderlei voltará ao gol do Santos neste sábado, às 15h (de Brasília), contra o Santo André, depois de 11 jogos como desfalque por causa de cirurgia na mão esquerda. O camisa 1 é ídolo, mas a comissão técnica teve dúvidas na hora de tirar Vladimir.

O reserva foi destaque em algumas partidas na ausência de Vanderlei, como contra Ituano, Sporting Cristal, Corinthians e Palmeiras. 

O técnico Dorival Júnior conversou com os auxiliares e o preparador de goleiros Arzul para tomar a decisão. A opção por Vanderlei foi um pouco diferente dos retornos de David Braz e Ricardo Oliveira ao time. 

Os zagueiros Lucas Veríssimo, Yuri, assim como os centroavantes Rodrigão e Kayke, foram elogiados, mas Dorival não teve dúvidas em escalar Braz e Oliveira. Diferentemente do caso de Vladimir, cuja permanência no time titular foi cogitada.

A comissão está satisfeita com o desempenho do goleiro reserva e vai procurar mantê-lo motivado nas próximas semanas. Em entrevista ao GloboEsporte.com, o camisa 12 se mostrou tranquilo e disse que já esperava voltar ao banco de reservas.

Vanderlei teve um mês e meio de recuperação e passou confiança ao elenco nos últimos treinos. Mesmo assim, por precaução, o goleiro vai usar uma tala por dentro da luva contra o Santo André.

Em caso de vitória, o Santos, líder do Grupo D, tem duas possibilidades de avançar às quartas de final com uma rodada de antecedência: Mirassol não vencer o Novorizontino também neste sábado (18h30) ou a Ponte Preta perder para o São Bento no domingo (18h30).

Próximo adversário: Santo André
Local: Bruno José Daniel, em Santo André
Data e horário: sábado, às 15h (de Brasília) 
Escalação provável: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca (Jean Mota); Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira
Desfalques: Zeca (poupado), Caju (lesão muscular na coxa), Gustavo Henrique e Luiz Felipe (ruptura de ligamentos do joelho)
Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araujo apita a partida, auxiliado por Mauro André de Freitas e Alberto Poletto Masseira
Transmissão: Premiere 2
GloboEsporte.com

sexta-feira, 24 de março de 2017

Panelinha no vestiário do Santos?

Em entrevista para Andre Henning, Dorival Júnior nega que o vestiário do Peixe tenha problemas!

Berço de Craques!


Santos acerta com novo patrocinador e pode lucrar R$ 25 milhões em 2017

Empresa de estruturas metálicas anunciará no calção do Peixe, que negocia com um parceiro para ocupar a parte de trás da camisa. Clube pode lucrar o triplo de 2016


Depois de selar um acordo com a Caixa que renderá R$ 16 milhões aos cofres do clube, o Santos quer fechar o uniforme em todas as propriedades. Nesta sexta-feira, o clube deverá anunciar seu novo parceiro, que ficará estampado no calção.

A empresa de estruturas metálicas deverá pagar cerca de R$ 1,5 milhões até o fim do ano. A diretoria ainda busca um parceiro que aceite estampar sua marca na parte de trás da camisa.

A meta do clube é lucrar uma quantia próxima de R$ 25 milhões com patrocínios em 2017, quase o triplo do que arrecadou em 2016, R$ 9.280.006,00. Além da Caixa, Algar, SIl e Royal Air Maroc são parceiras do Santos. 
Apesar da grande quantidade de apoiadores, o Peixe enfrenta problemas com fluxo de caixa e ainda não conseguiu pagar o salário dos jogadores e da comissão técnica neste mês, além de estar devendo premiação ao elenco por ter chegado à segunda colocação do Brasileirão de 2016. Lancenet

quinta-feira, 23 de março de 2017

Santos começa venda de ingressos para 'decisão' contra o Novorizontino




O Santos terá duas ‘decisões' pela frente para alcançar a vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista. A primeira será já neste sábado, contra o Santo André, fora de casa. Já na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), o time alvinegro recebe o Novorizontino, na Vila Belmiro, pela última rodada da fase de grupos. Ainda lutando pela classificação, o alvinegro conta com o apoio da torcida e já começou a venda de ingressos para a partida.

Inicialmente, a venda está sendo apenas para sócios de categorias prioritárias (diamante, ouro, prata), no Portal do Sócio Rei (www.sociorei.com.br). Torcedores comuns poderão comprar as entradas a partir das 10h deste sábado, nas bilheterias da Vila Belmiro, nos demais pontos de venda (conforme relação abaixo) e no site oficial do Santos FC (www.santosfc.com.br).

O embate desta quarta-feira pode confirmar a classificação do Peixe para a segunda fase do Paulistão. Isso porque os comandados de Dorival Júnior só irão garantir a vaga neste final de semana caso vençam o Santo André fora de casa e o Mirassol tropece contra o Novorizontino.

Confira as opções de ingressos:
Arquibancadas Superiores (Portões 7/8 e 24): R$ 40 (a inteira) e R$ 20 (a meia)
Arquibancada Visitante (Portão 21): R$ 40,00 (a inteira e R$ 20,00 (a meia)
Cadeira Térrea Lateral (Portão 26): R$ 60 (a inteira) e R$ 30 (a meia)
Cadeira Coberta de Fundo (Portão 22): R$ 80 (a inteira) e R$ 40 (a meia)
Cadeira Coberta Lateral (Portão 25): R$ 100 (a inteira) / R$ 50 (a meia)

Postos de venda na Baixada Santista, em São Paulo e no ABC
Vila Belmiro - Rua Princesa Isabel, s/ nº - Vila Belmiro - Santos/SP - Bilheteria principal (próxima ao Portão 6).

Subsede do Santos FC/SP - Av. Indianópolis, 1.772 - Planalto Paulista - São Paulo - Tel.: (13) 3257-4000 / Ramal 5000 - Horário: das 11 às 17h00

Quiosque Compre Ingressos/Redegol (Santos) - Rua Euclides da Cunha, 21 - Loja 22 - Shopping Miramar - 2º Piso - Gonzaga - Segunda à sábado das 10 às 18h00. Domingo das 15h às 19h00.

Santos Store (São Bernardo do Campo/SP) - Shopping Metrópole - Praça Samuel, 200 - Loja LN 25 - Centro/SP - Tel.: (11) 4336-5757 - De 2ª a sábado, das 10 às 22h00; domingos e feriados, das 14 às 20h00

Santos Store (Guarulhos) - Internacional Shopping - Guarulhos/SP - Piso Térreo - Loja D28 - Rodovia Presidente Dutra, saída 225. tel.: (11) 2114-3098 / (11) 9 4484-7331 - De 2ª a sábado, das 10 às 22h00; domingos e feriados, das 14 às 20h00
ESPN

Melhor longe da Vila, Santos estuda jogar mata-mata do Paulistão no Pacaembu




Se antes a Vila Belmiro era um trunfo do Santos nas competições, em 2017 isso parece ter sido deixado de lado - pelo menos no Paulistão. Com três derrotas nos cinco jogos em que fez no estádio nesta edição do torneio, o clube estuda a possibilidade de jogar o mata-mata do Estadual no Pacaembu. A informação é do ​Lance!.

Com a vitória sobre o São Bento, na noite da última quarta, o Peixe chegou aos 66,6% de aproveitamento fora de casa (contra 40% como mandante) e entrou na zona de classificação para a fase eliminatória do Paulistão.

"É difícil conseguir datas. Talvez um dos times tenha que sair fora da cidade (São Paulo) nas quartas do Paulista. A Polícia Militar só quer um jogo por dia. É difícil ter datas. Converso com o João Dória (prefeito de São Paulo) constantemente e na quarta-feira teremos reunião com clubes e federações para analisar todas as questões de torcidas em São Paulo. Tudo isso temos que encaminhar para que possamos fazer jogos em São Paulo. Queremos fazer mais jogos em São Paulo", explicou o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, em entrevista à Rádio Globo.

O Peixe volta a campo neste sábado, quando enfrenta o Santo André. O time pode conseguir a classificação antecipada em caso de vitória em seu jogo e se o Mirassol não vencer o Novorizontino. Por Aline Ventura

Vitor Bueno faz gol, chora e comemora atuação após críticas: "Fui contestado"


Camisa 7 do Santos volta a balançar as redes após cinco jogos em vitória sobre o São Bento; jogador agradece confiança do técnico Dorival Júnior

Vitor Bueno não conseguiu conter a emoção ao marcar o primeiro gol do Santos na vitória por 2 a 0 sobre o São Bento, nesta quarta-feira, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela décima rodada do Campeonato Paulista. O gol encerrou um jejum de cinco jogos sem balançar as redes.

As lágrimas tinham motivo. O atacante vive momento difícil no Peixe. Revelação do Campeonato Brasileiro do ano passado, o camisa 7 não conseguiu manter as boas atuações em 2017. No último domingo, na derrota do Santos em clássico contra o Palmeiras na Vila Belmiro, perdeu um gol feito.

A torcida pegou no pé e chegou a pedir para o técnico Dorival Júnior tirá-lo da equipe titular. O treinador, no entanto, bancou o jovem, que aproveitou a chance.

– Fui contestado nas redes sociais. Procuro absorver, e no jogo pude mostrar o valor. Agradeço ao Dorival pela confiança. Sempre me ajudou. Hoje está a prova: jogamos bem e fui premiado com o gol e a vitória – disse Vitor Bueno após a partida contra o São Bento.

– Houve melhora (no meu desempenho). Fiz um, dois jogos mal, torcida pegou no pé. Quem está em time grande está sujeito a isso. Conseguimos a vitória, pude voltar a fazer gol e ajudar o time.

A vitória fora de casa levou o Santos à primeira colocação do grupo D, com 16 pontos. O Alvinegro volta aos treinamentos na tarde desta quinta-feira, no CT Rei Pelé. No próximo sábado, enfrenta o Santo André no ABC pela penúltima rodada da fase de grupos do estadual. Globoesporte

Destaque na vitória santista, Lucas Lima dedica gol a irmão internado


A vitória de 2 a 0 sobre o São Bento, nesta quarta-feira, em Sorocaba, serviu para mostrar como o Santos é dependente de Lucas Lima. No primeiro tempo, o meia pouco produziu e o Peixe ficou aquém do esperado. Porém, em apenas 13 minutos da etapa final, o camisa 10 deu assistência para Vitor Bueno marcar e logo depois anotou o seu gol, decretando o triunfo alvinegro.

Decisivo, Lucas Lima comemorou a aliviada na pressão em cima da equipe e ainda revelou um drama familiar. O irmão mais novo do meia possui autismo e está internado por ter sofrido um acidente. O camisa 10, inclusive, dedicou o gol à família.


Lucas Lima deu assistência e marcou o segundo gol da vitória sobre o São Bernardo, nesta quarta-feira (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

“Sem dúvida (alivia a pressão). Uma partida onde tínhamos que sair com o resultado, contra uma equipe difícil, com jogadores rodados. Essa vitória é para o meu irmão, que está internado. Não foi uma semana tranquila, mas a minha família me deu todo o suporte para vir a campo”, explicou o santista.

Com o triunfo sobre o Bentão, o Peixe chegou aos 16 pontos e não só voltou para a zona de classificação como assumiu a liderança do grupo D do Campeonato Paulista, ultrapassando Ponte Preta e Mirassol. A Macaca, também com 16, perde no número de vitórias. Já o Leão foi derrotado pelo Palmeiras, nesta quarta-feira, e parou nos 14 pontos.

Na próxima rodada, o alvinegro volta a jogar fora de casa, desta vez contra o Santo André, no próximo sábado, às 15h (de Brasília). Gazeta Esportiva

quarta-feira, 22 de março de 2017

Após vitória em Sorocaba, Dorival diz que críticas ao Santos são injustas


Técnico valoriza a atuação de seus jogadores em 2 a 0 sobre o São Bento e afirma que resultado dá confiança: "Esse time estará preparado na hora certa"

O técnico Dorival Júnior usou a vitória do Santos sobre o São Bento por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, em Sorocaba, para responder às críticas feitas à sua equipe. O técnico disse que a cobrança pelos maus resultados recentes foi injusta e acredita em um time mais confiante nos próximos jogos.

– O Santos não merece as críticas pelo que vem jogando. Os resultados e as boas atuações juntas darão confiança. Não tenho dúvidas de que esse time estará preparado na hora certa para alcançar os objetivos – disse o técnico em entrevista coletiva. 

– Nós vivemos assim, é o futebol brasileiro. Pela campanha que a equipe fez no Brasileiro (de 2016) não dá para entender, mas a pressão existe. Mas quando é excessiva, a gente estranha. Parece que não observam o que fazemos ao longo dos treinos. Temos o respaldo da diretoria e quem está no dia a dia sabe o que estou falando. A tranquilidade sempre imperou no elenco – completou.

Com o bom resultado diante do São Bento, o Peixe assumiu a liderança do Grupo D do Campeonato Paulista. No próximo final de semana o Santos vai a Santo André enfrentar a equipe da casa pela penúltima rodada da fase de grupos do estadual. Globoesporte.com

Lucas Lima e Vitor Bueno marcam, Santos bate São Bento e volta à zona de classificação


O Santos se reabilitou no Campeonato Paulista e, fora de casa, venceu o São Bento por 2 a 0, nesta quarta-feira.

Vitor Bueno, aos 5 minutos do segundo tempo, e Lucas Lima, aos 13, fizeram os gols da vitória santista.

O São Bento ainda teve Bebeto expulso aos 16 da etapa final.

Com este resultado, o Santos vai aos 16 pontos, ultrapassa a Ponte Preta no grupo D e reassume a liderança da chave, voltando a figurar na zona de classificação para as quartas de final a duas rodadas do fim da primeira fase.

O São Bento tem 10 pontos e é o lanterna do grupo C.

Na próxima rodada, o alvinegro volta a jogar fora de casa, desta vez contra o Santo André, no próximo sábado, às 15h (de Brasília). Já o Bentão recebe a Ponte Preta, no domingo, às 18h30.

Santos fica com a bola, mas não chuta

Desde o ano passado, a torcida do Santos reclama da demora que o time tem para arriscar uma finalização. Tendo como característica a posse de bola, a equipe comandada por Dorival Júnior sempre espera o momento certo para tentar um chute. E na primeira etapa diante do São Bento, a tônica foi a mesma.

Dominando as ações, o Peixe passou praticamente o jogo inteiro no campo de ataque. Porém, os santistas arriscaram poucas finalizações, erraram todas elas e não conseguiram abrir o placar em Sorocaba.

A primeira oportunidade surgiu aos 9 minutos. Após lindo passe de Thiago Maia, Kayke invadiu a área e bateu cruzado. Porém, o atacante acabou tirando demais do goleiro Rodrigo Viana e a bola passou raspando a trave.

Nulo dentro de campo, o São Bento apenas tentou chegar em alguns contra-ataques. O problema é que a equipe comandada por Paulo Roberto demonstrou uma grande dificuldade técnica e pouco assustou na etapa inicial.

O alvinegro, por sua vez, seguiu com a posse, mas não acertou o pé. Aos 32 minutos, Lucas Lima bateu escanteio fechado para dentro da área. David Braz quase conseguiu desviar, mas a bola acabou saindo direto pela linha de fundo, assustando Rodrigo Viana.

Antes do apito final, o volante Thiago Maia apareceu novamente e achou Vitor Bueno dentro da área. O meia, porém, acabou sendo travado e chutou para fora, finalizando um primeiro tempo com poucas emoções em Sorocaba.

Peixe acorda e garante triunfo

O início do segundo tempo serviu para mostrar como o Santos é dependente de Lucas Lima. Na etapa inicial, o meia pouco produziu e o Peixe ficou aquém do esperado. Porém, logo aos 5 minutos após o intervalo, o camisa 10 recebeu de Victor Ferraz dentro da área, não foi fominha, e rolou para Vitor Bueno. O camisa 7, pressionado após perder um gol inacreditável contra o Palmeiras, no último domingo, bateu no canto do goleiro Rodrigo Viana e abriu o placar em Sorocaba, tirando um peso enorme das costas e deixando o alvinegro em vantagem.

O tento também aliviou a pressão sob todo o time comandado por Dorival Júnior. Mais ?relaxado?, o Santos aproveitou a fragilidade do São Bento e ampliou o marcador sem fazer esforço. Aos 13 minutos, Kayke aproveitou uma saída errada do Bentão, avançou pela esquerda e mandou para Lucas Lima dentro da área. Com muita tranquilidade, o meia limpou o goleiro e anotou o segundo do Peixe.

Avassalador, o alvinegro quase fez o terceiro dois minutos depois. Bruno Henrique escapou no mano a mano e sofreu falta. Inicialmente, o bandeira anotou pênalti. O árbitro, porém, confirmou a falta fora da área. Mesmo assim, o zagueiro Bebeto acabou expulso. Na cobrança, Victor Ferraz bateu com categoria e a bola passou raspando a trave de Rodrigo Viana.

Após os dois gols e a expulsão, o Peixe ?tirou o pé? e apenas administrou o resultado, que levou o alvinegro de voltar para a liderança do grupo D.

Dorival: 'A equipe voltou a atuar bem, com consistência e sem dar chances'

FICHA TÉCNICA

SÃO BENTO 0 X 2 SANTOS

Local: Estádio Municipal Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)

Data: 22 de março de 2017, quarta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Eduardo Vequi Marciano

Público: 6.680

Renda:

Cartões amarelos: SÃO BENTO: Giovanni. SANTOS: Lucas Lima.

Cartões vermelhos: SÃO BENTO: Bebeto.

GOLS:

SANTOS: Vitor Bueno, aos 5 do 2ºT; Lucas Lima aos 13 do 2ºT;

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Bebeto, Pitty, Gabriel Santos e Régis; Fábio Bahia, Itaqui, Renan Mota, Morais (Diego Oliveira) e Giovanni (Guilherme Queiroz); Ricardo Bueno (Lucas Mendes).

Técnico: Paulo Roberto Santos

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato (Rafael Longuine), Thiago Maia e Lucas Lima; Bruno Henrique (Arthur Gomes), Vitor Bueno (Vladimir Hernández) e Kayke.

Técnico: Dorival Júnior
ESPN

'Contra tudo e todos', Santos busca a vitória pela paz em Sorocaba

Após derrota para o Palmeiras, Peixe lidou com problemas internos, com torcida e busca sistema de jogo ideal. Vitória diante do São Bento colocaria o Peixe na ponta e em paz



Como se não bastasse enfrentar o São Bento, que vem de três vitórias nos últimos quatro jogos, o Santos terá mais adversários nesta quarta-feira, às 19h30, em Sorocaba. Além de ter que vencer para entrar na zona de classificação para a segunda fase do Paulistão, conquistar três pontos fora de casa significaria uma trégua a um turbilhão de emoções que bombardearam o Peixe após a derrota para o Palmeiras.

Na segunda-feira, a Vila Belmiro foi pichada com frases de cobrança aos jogadores. Zeca foi alvo de um dos protestos. Um dos motivos foi pelo fato do lateral-esquerdo era um dos defensores do Alvinegro na jogada em que saiu o gol da vitória do Verdão, iniciada por Roger Guedes. Outras cobranças foram referentes a grupos religiosos e "panelas", gíria que indica complô de alguns jogadores.


Na terça-feira, foi descoberto que a diretoria ainda tem uma dívida com elenco e comissão técnica. O pagamento pendente é referente à premiação de classificação para a Libertadores e segunda colocação do Brasileirão do ano passado.

Nos bastidores, o resultado pode influenciar diretamente na pressão interna. Isto porque na quinta-feira, o presidente Modesto Roma Júnior participará da reunião do Conselho Deliberativo do clube, na qual costuma recebe críticas e opiniões.

Para os atletas, apesar da pressão, a fase é reversível. Basta uma vitória nesta quarta para os ânimos se acalmarem e a tranquilidade ditar o ritmo do Santos.

- Será uma partida extremamente difícil. O São Bento manteve, basicamente, a mesma equipe do ano passado. É um time que merece o nosso respeito. Precisamos manter o nível de atuação, estar no nosso melhor dia e sair com a vitória. O Santos tem essa tradição de crescer no momento certo, em jogos decisivos. Chegou o momento ideal para isso. Seguiremos em evolução - opinou o lateral-direito Victor Ferraz.

- O resultado é tudo no futebol. Estamos somando mais fora do que dentro de casa. Temos três jogos importantíssimos. A gente apenas pensa em vencer as partidas. Nós temos que fazer nossa parte, enquanto tiver chance, temos que correr atrás pra reverter a situação - acrescentou o goleiro Vladimir. Lance