No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

De olho no G-4 do Brasileirão, Santos recebe a Chapecoense na Vila Belmiro

Peixe arranca no Campeonato Brasileiro e está com 30 pontos. Já os catarinenses estão com 28 e procuram uma reação. Partida será nesta quinta-feira, às 19h30

Invicto há 10 partidas, o Santos quer dar sequência à arrancada e se aproximar ainda mais do G-4 do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, o Peixe recebe a Chapecoense na Vila Belmiro, às 19h30 (de Brasília), pela 22ª rodada da competição. Os catarinenses podem ultrapassar o Alvinegro.

Com 30 pontos na tabela de classificação do Brasileirão, o time comandado pelo técnico Dorival Júnior não pensa mais na zona de rebaixamento e já mira as primeiras colocações do campeonato. O Santos está a seis pontos do G-4 e quer uma vaga na Libertadores do ano que vem. Caso vença, pode ficar mais perto dos líderes. 

Já a Chapecoense encontra dificuldades para repetir o desempenho do primeiro turno, quando somou cinco pontos a mais do que a meta traçada. Na segunda parte do campeonato nacional, o Verdão do Oeste perdeu as duas primeiras partidas que disputou. Apesar da situação, o técnico Vinícius Eutrópio indicou que vai poupar alguns titulares contra o Peixe. A ideia é focar totalmente na partida seguinte, diante da Ponte Preta, considerada concorrente direta. 

A arbitragem da partida fica a cargo do carioca Bruno Arleu de Araújo. Ele será auxiliado pelo conterrâneo Thiago Henrique Neto Correa Farinha e por Michael Correia. O Premiere (com Jota Jr e Luiz Ademar) transmite o jogo para todo o Brasil, menos para Minas Gerais. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, com vídeos.



Santos: o técnico Dorival Júnior terá de volta o atacante Geuvânio, que cumpriu suspensão na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no último domingo. Com a entrada dele, o Peixe vai a campo contra a Chapecoense com: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Marquinhos Gabriel; Geuvânio, Ricardo Oliveira e Neto Berola.

Chapecoense: a equipe não foi confirmada pelo treinador. No treino da véspera, Eutrópio fez alguns testes e indicou mudanças no time titular. Com um intervalo de 61 horas entre o jogo contra o Peixe e o posterior, diante da Ponte, a estratégia é focar no segundo confronto. A provável escalação é: Danilo; Mateus Caramelo, Rafael Lima, Neto e Dener; Elicarlos, João Afonso, Bruno Silva e Camilo (Wagner); Ananias e Bruno Rangel.


Santos: Alison, Valencia, Leonardo e Gabriel estão lesionados; Lucas Lima, com a seleção brasileira, também não joga.

Chapecoense: estão vetados e não viajaram para Santos os seguintes jogadores: o lateral Apodi, o atacante Roger, o zagueiro Vilson e o volante Gil. Richarlyson completa o departamento médico.


Santos: Chiquinho, Ricardo Oliveira, Thiago Maia, Vladimir e Zeca.

Chapecoense: Ananias, Cleber Santana, Rafael Lima, Vilson e Wanderson.

Globoesporte.com

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Ledesma faz exames médicos e deve ser apresentado pelo Santos na sexta


Volante de 32 anos conheceu as instalações do CT Rei Pelé e passou pelas primeiras avaliações, que serão completadas na quinta. Ideia é apresentá-lo na sexta, às 12h

O 14º reforço do Santos na temporada de 2015 deve ser anunciado pelo clube nesta quinta-feira e apresentado no início da tarde de sexta, na Vila Belmiro. Aos 32 anos, o volante argentino naturalizado italiano Cristian Ledesma realizou os primeiros exames médicos no CT Rei Pelé nesta quarta e completará a bateria na quinta pela manhã. Como é dia de jogo contra a Chapecoense, pela 22ª rodada do Brasileirão, o Santos fará a apresentação do novo reforço no dia seguinte, dependendo do aval do departamento médico.

Ledesma desembarcou no Aeroporto de Guarulhos às 5h desta quarta e partiu ao lado de seu empresário e familiares, além de um representante do Santos, para se hospedar em um hotel na Baixada. De lá, foi para o CT Rei Pelé conhecer as instalações e realizar os exames preliminares. Como terminou a última temporada européia em atividade até maio, o veterano reforço não deve ser motivo de preocupação para o Peixe.

Formado nas categorias de base do Boca Juniors, da Argentina, e também com passagem pelo Lecce, da Itália, Ledesma defendeu a Lazio nas últimas nove temporadas, e só não renovou o contrato com o clube em razão de problemas físicos que o fizeram perder a condição de titular na temporada passada. Apesar do assédio de outros clubes do país e também de dois brasileiros (São Paulo e Vasco, segundo seu representante), o volante deu a palavra ao Peixe e assinará por duas temporadas.

- Minha expectativa é voltar a ser um jogador importante dentro de uma equipe, mostrar que continuo útil e que posso ajudar o Santos a ganhar e chegar em objetivos importantes. Soube que a equipe está bem na Copa do Brasil, então é um título que queremos buscar, e também chegar o mais alto possível no Campeonato Brasileiro - afirmou Ledesma, ao LANCE!, antes mesmo de ser apresentado.

Apesar do sonho, Ledesma não poderá participar da Copa do Brasil de 2015, já que as inscrições foram encerradas no último dia 17 de agosto. Para a reta final do Brasileirão, porém, o novo reforço deve ficar à disposição do técnico Dorival Júnior.

Lancenet

Dorival é curto e grosso ao falar sobre jogo no Pacaembu: 'Temos que cumprir'



Depois de tanto insistir, a diretoria do Santos conseguiu fazer com que o time atue no Pacaembu. Porém, a decisão irritou o técnico Dorival Júnior, que nunca escondeu sua predileção pela Vila Belmiro. A opinião é compartilhada por todo o elenco. E o fato da partida ser decisiva, já que será o duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Figueirense, gerou mais insatisfação.

A CBF confirmou as datas e os locais pouco antes de Dorival sentar na cadeira da sala de imprensa do CT Rei Pelé para conceder entrevista coletiva. E quando questionado sobre o assunto, o técnico foi enfático.

"Prefiro não falar nada. Vamos jogar. Temos que cumprir. Vai ser lá. Foi definido assim e só vou cumprir o determinado. Procurar fazer o melhor", disse, sempre deferir mais nenhuma palavra sobre o tema.

Na fase anterior da Copa do Brasil, Dorival chegou a fazer um pedido e foi atendido pelo presidente Modesto Roma Jr, que era de atuar na Vila em caso do Peixe decidir a classificação em casa. No fim das contas, como o clube abriu o confronto, Modesto chegou a tentar levar a partida para o Pacaembu, mas foi vetado pela Polícia Militar, o que acabou agradando o treinador e seus comandados.

Time

Dorival também explicou por que Gabriel seguirá fora de combate, após desfalcar o time contra o Cruzeiro. O camisa 10 sentiu um incômodo na coxa direita no clássico diante do Corinthians, quarta-feira passada. A expectativa é que o jogador encarasse a Chapecoense nesta quinta.

"Gabriel não joga. Está fora. Amanhã continua o tratamento. Seria um risco muito grande e desnecessário colocar um jogador assim em campo. Correria um risco desnecessário até de perdê-lo por um tempo maior", disse Dorival.

Neto Berola jogará no lugar de Gabriel. Marquinhos Gabriel também segue entre os titulares, mas na vaga de Lucas Lima, que está com a Seleção Brasileira, enquanto Geuvânio retorna depois de cumprir suspensão.

Santos e Chapecoense se enfrentam à partir das 19h30, na Vila Belmiro, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ESPN

Santos fecha parceria para lançar rede de fast food


Peixe pretende expandir marca por meio do ramo alimentício

O Santos lançará uma rede de lanchonetes fast-food. A parceria com a empresa Sportfood já foi anunciada pelo clube por meio das redes sociais, que se juntará a Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, Bahia e Vasco na empreitada.

O nome da franquia será escolhido em votação com os torcedores e a especialidade das lojas ainda será definida - a ideia é de que o cardápio remeta ao clube, como uma cantina italiana no Palmeiras e culinária portuguesa no Vasco. Temakeria está entre as sugestões.

A primeira unidade da rede será lançada no centro de São Paulo e os interessados já podem realizar o pré-cadastro no site.

Tendência

Estampar as cores de suas bandeiras em lanchonetes é a nova jogada entre os clubes de futebol, que faturam através dos royalties* de sua marca. O custo para abrir uma franquia varia entre R$ 200 e R$ 300 mil, com faturamento médio mensal estipulado em cerca de R$ 125 mil. O valor é calculado a partir do gasto médio de R$ 23 por cliente.

A hamburgueria 1903 (Grêmio), Cruzeiro Esporte Burger e Caldeirão Tricolor (Bahia) já foram criadas. Já a Cantina Palestra (Palmeiras) e a unidade do Vasco, com culinária portuguesa, ainda estão em desenvolvimento.

A Tribuna On Line

Cristian Ledesma



Caros amigos santistas!

Para que possamos conhecer um pouco mais sobre nosso mais novo contratado, segue vídeo abaixo do volante Cristian Ledesma. Conteudo com gols, passes e jogadas pela equipe da Lazio, onde defendeu por 9 anos.

Não tenho dúvida de que será um jogador importante para a juventude do Santos, para passar experiencia aos novatos e revesar com Renato no meio campo do Santos.

Seja bem vindo !

Naldo

Trabalho do Santos nas categorias de base é destaque em jornal espanhol

Diário AS, de Madri, elogia tradição do clube alvinegro em revelar grandes jogadores, como Pelé, Pepe, Coutinho, Robinho, Diego, Neymar, Ganso e Danilo

O trabalho das categorias de base do Santos foi destaque de uma reportagem publicada nesta quarta-feira pelo diário esportivo espanhol "As". 

O texto destaca que o clube formou muito mais do que Pelé e Neymar, e cita outros craques como Pepe, Coutinho, Robinho e, mais recentemente Danilo, que acaba de ser contratado pelo Real Madrid. Vale ressaltar, porém, que o lateral-direito passou antes pela base do América-MG e foi contratado já para o time profissional do Santos, mas quando ainda tinha menos de 20 anos.

Ao jornal espanhol, o vice-presidente César Augusto Conforti disse que a missão do clube é "formar homens". Pepinho, filho do ex-ponta Pepe e técnico da equipe sub-20, afirmou que "a responsabilidade dos garotos é muito grande, porque o Santos é o clube brasileiro que mais jogadores da base sobe para o time principal". 

A nova direção do clube reduziu de 230 para 150 o número de jogadores em suas cinco categorias - sub-11, sub-13, sub-15, sub-17 e sub-20. "Decidimos cortar o número de atletas para podermos ter um controle melhor sobre cada um deles, com avaliações físicas, técnicas, táticas", disse Marco Bechara, coordenador das categorias de base do Santos.

O jornal cita ainda Sergio Peres Neto, preparador físico que trabalhou com Neymar:

– Ele sempre queria trabalhar mais. Toda vez que notava alguma decifiência em seu jogo, na finalização, ou no cabeceio, ele fazia questão de treinar mais.

Clique aqui para ler a notícia (em espanhol) no site do As.

Globoesporte.com

Com missão dentro e fora de campo, Ledesma chega ao Santos nesta 4ª

Volante de 32 anos assinará contrato de dois anos com o Peixe e receberá cerca de R$ 100 mil por mês. Ele também terá a missão de passar experiência aos garotos

O volante Cristian Ledesma chega ao Santos nesta quarta-feira para assinar contrato por duas temporadas. Aos 32 anos, o jogador argentino naturalizado italiano terá de exercer funções dentro e fora de campo, ajudando os garotos da equipe comandada pelo técnico Dorival Júnior a amadurecerem mais rápido

Ídolo do Lazio, da Itália, clube pelo qual atuou de 2006 a julho de 2015, Ledesma terá de disputar posição com Renato (36 anos), Paulo Ricardo (21), Thiago Maia (18), Leandrinho (21) e Lucas Otávio (21) no Peixe. Como quatro dos cinco concorrentes ainda são garotos, o volante terá a missão de passar um pouco de sua experiência a eles.

– É um jogador que teve longos anos à frente do Lazio. Sempre muito profissional. Tecnicamente, aos poucos, vocês vão conhecê-lo. Não tenho dúvida de que será mais um jogador importante para essa garotada. Taticamente, cumpre algumas funções. Espero que se dê bem aqui no Brasil. Em forma, ele será muito importante para nós – disse o técnico Dorival Júnior.

Apesar de já ter aceitado a proposta salarial do Santos, de cerca de R$ 100 mil mensais, Ledesma ainda discutirá as últimas cláusulas do contrato nesta quarta-feira, quando chega ao Brasil. O volante deve se reunir com o presidente Modesto Roma Júnior e assinar o vínculo na sequência. 

Globoesporte.com

‘O Santos precisava ter vendido alguém’, afirma Modesto Roma



A temida janela de transferências na Europa terminou sem causar baixas no Santos. Se o torcedor festejou a permanência do time que venceu nove dos últimos 12 jogos, o presidente Modesto Roma Júnior demonstrou preocupação. 

“Confesso que o Santos precisava ter vendido alguém. Fazia parte da nossa programação”, explica o presidente, aflito com as contas. “É óbvio que a manutenção da equipe aumenta nossas chances de título, mas a venda de atletas não é ruim como todos imaginam”, analisa Modesto.

O Peixe teve pelo menos três negociações avançadas na última janela: Lucas Lima com o Porto, de Portugal; Gabigol com o Fenerbahce, da Turquia; e Geuvânio com o Torino, da Itália.

O Santos chegou a liberar Lucas Lima para jogar em Portugal, em troca de R$ 10 milhões por seus 10%. Foi o meia quem melou o negócio. Já a oferta por Gabigol chegou a R$ 60 milhões, R$ 12 milhões a menos do que a pretensão de Modesto — o Peixe teria direito a 40% do valor.

Em relação a Geuvânio, a diferença entre a proposta italiana e a pedida alvinegra ficou em R$ 16 milhões. O Torino se dispunha a pagar no máximo R$ 32 milhões — o Santos é dono de só 35% do atacante.

No vermelho: Modesto Roma prevê que o Santos feche 2015 com um déficit de R$ 20 milhões. E, nesta conta, o presidente já está calculando a venda de pelo menos um atleta. Ainda assim, a situação econômica do Santos já melhorou muito desde janeiro. “Mas ainda não dá para dormir tranquilo. É preciso continuar sendo austero com o dinheiro do clube”, diz.

Por Jorge Nicola

Santos usa 'esquema Ricardo Oliveira' para renovar com pupilo de Dorival



A renovação contratual do volante Thiago Maia, principal revelação do Santos neste ano e "novo pupilo" do técnico Dorival Júnior, segue indefinida. A diretoria sabe quanto o jogador pretende ganhar e já preparou a contraproposta, que não tem data para ser apresentada a Juan Figer, empresário do atleta.

Para chegar ao valor pedido pelos representantes de Thiago Maia, cerca de R$ 120 mil mensais, somando salário de CLT [Consolidações das Leis de Trabalho], direitos de imagem e luvas, a cúpula alvinegra utiliza o mesma esquema da renovação de Ricardo Oliveira.

Desta forma, o salário de Thiago Maia deve ser gradativo. O Santos oferece R$ 80 mil mensais no primeiro ano, com reajustes nos próximos anos, chegando ao valor pedido pelo atleta no término do contrato.

O problema é que o tempo de contrato é um dos empecilhos para a renovação. O Santos propôs um acordo de cinco anos, enquanto Figer cogitou a extensão do vínculo por apenas duas temporadas.

A diretoria santista acredita que pode chegar a um consenso com o empresário na próxima reunião, fechando um acordo de três anos.

Os representantes de Maia pediram um ordenado 30 vezes maior do que ele recebe atualmente no Santos. Isso porque o volante santista ganha R$ 4 mil mensais. A renovação do volante gerou polêmica desde o início. No primeiro encontro, Figer e companhia ficaram chateados com os R$ 20 mil mensais oferecidos pelo clube. Na ocasião, o atleta não era titular da equipe.

O volante de 18 anos tem contrato com o Santos até fevereiro do próximo ano e, por isso, já pode assinar contrato com outro clube.

O Santos tem 72% dos direitos econômicos de Thiago Maia, que teria perdido de maneira misteriosa os 28% para um grupo de investidores. O atleta alega que não sabia que havia perdido a porcentagem e quer resgatar a sua parte na renovação, mas o clube paulista não está disposto a compensar o jogador. 

Uol Esporte

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Santos de Dorival só tem campanha abaixo do líder



Dorival Júnior assumiu o Santos na 12ª rodada do Brasileirão com a ingrata missão de tirar o campeão paulista da zona de rebaixamento: o time era o 17º colocado, ou seja, o primeiro do Z4. Talvez, nem o mais otimista torcedor do Peixe imaginasse que, nove jogos depois, o clube somasse 20 dos 27 pontos possíveis e hoje estivesse a apenas quatro pontos do G4.

Somente o Corinthians, líder isolado do Brasileirão, fez melhor campanha nos últimos nove jogos. Os comandados de Tite venceram sete vezes, empataram duas e não perderam, somando 23 pontos.

A série do Santos com Dorival começou com vitória sobre o Figueirense, por 3 a 0, em 11 de julho. Desde então, a equipe também venceu Joinville (2 a 0), Coritiba (3 a 0), Vasco (1 a 0), Avaí (5 a 2) e Cruzeiro (1 a 0) - este último ontem, no Mineirão, graças a um golaço de Ricardo Oliveira, com chute de fora da área. O Peixe ainda empatou com Flamengo (2 a 2) e Atlético-PR (0 a 0), ambas fora de casa, e perdeu do Palmeiras (1 a 0), como visitante.

O aproveitamento de Dorival no Santos é ainda melhor nesta segunda passagem se incluídas as três partidas disputadas na Copa do Brasil, com três vitórias, sendo duas em cima do Corinthians (2 a 0 e 2 a 1). O clube ainda bateu o Sport por 3 a 1. 

CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A NOS ÚLTIMOS 27 PONTOS DISPUTADOS:
1º Corinthians: 23 pontos (7v - 2e - 0d)
2º Santos: 20 pontos (6v - 2e - 1d)
3º Atlético-MG: 17 pontos (5v - 2e - 2d)
4º Flamengo: 16 pontos (5v - 1e- 3d) 
5º Grêmio: 15 pontos (4v - 3e - 2d)
Internacional: 15 pontos (4v - 3e - 2d)
7º Atlético-PR: 14 pontos (4v - 2e - 3d) 
8º Palmeiras: 13 pontos (4v - 1e - 4d)
São Paulo: 13 pontos (4v - 1e - 4d)
Coritiba: 13 pontos (3v - 4e - 2d)
11º Figueirense: 11 pontos (3v - 2e - 4d)
Joinville: 11 pontos (3v - 2e - 4d)
13º Avaí: 10 pontos (3v - 1e - 5d)
Ponte Preta: 10 pontos (2v - 4e - 3d)
15º Fluminense: 9 pontos (3v - 0e - 6d)
Chapecoense: 9 pontos (2v - 3e - 4d)
Cruzeiro: 9 pontos (2v - 3e - 4d)
Goiás: 9 pontos (2v - 3e - 4d)
19º Sport: 8 pontos (1v - 5e - 3d)
20º Vasco: 4 pontos (1v - 1e - 7d)

v = vitória
e = empate
d = derrota

Jorge Nicola

Santos liga o alerta para abrir duelo fora de casa na Copa do Brasil



O Santos despachou o líder do campeonato Brasileiro nas oitavas de Copa do Brasil de forma contundente. As duas vitórias em cima do Corinthians garantiram o Peixe quartas de final. Já o Fiqueirense não fez por menos. Eliminou o vice-líder Atlético-MG sem ser derrotado nem mesmo em Belo Horizonte, no caldeirão no Independência. Agora, após o sorteio realizado pela CBF nesta segunda, as duas equipes alvinegras se encontram por uma vaga nas semifinais.

“É um jogo difícil. O Figueirense surpreendeu a muitos tirando o vice-líder do Brasileiro, o Atlético-MG, que tem uma grande equipe. Tem jogadores de qualidade. O Cleiton está sendo uma revelação no Brasileiro. Não só ele, mas toda a equipe do Figueirense é boa. Vamos procurar nos prepararmos para superar a dificuldade que vamos encontrar”, analisou David Braz.

Com 26 pontos, na 14ª colocação no Brasileiro, o Figueirense abrirá o confronto no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Contra o Galo, o time de Santa Catarina decidiu a vaga em casa. Enquanto isso, com 30 pontos, na 9ª colocação na competição por pontos corridos, o Peixe também vive situação avessa à última fase, quando fez o primeiro duelo na Vila Belmiro e saiu em vantagem contra o o Corinthians.

“Precisamos fazer um bom resultado no primeiro jogo, para depois decidir em casa. Não tem preferência de decidir em casa ou fora. O mais importante é estar ligado nos 180 minutos para conseguir a classificação para a semifinal”, explicou o zagueiro.

A partida contra o Figueirense, aliás, marca o início da retomada do Santos no Campeonato Brasileiro, com a estreia de Dorival Júnior. Naquela oportunidade, o alvinegro praiano fez 3 a 0 diante de seu torcedor. Apesar disso, Zeca pede a mesma concentração demostrada nos clássicos contra o Corinthians.

“Acho que não é um time mais fraco, é um time forte, sim. Ganhamos deles aqui, tivemos muita dificuldade. É um time muito forte, sim”, avisou o lateral direito, antes de revelar sua preocupação com a partida na casa do rival.

“É totalmente diferente jogar lá, com a torcida deles, no estádio deles, na casa deles. Jogando em casa eles sempre são mais fortes. Tem que tomar cuidado, sim. Treinar bola parada. O que eles fazem, o que eles não fazem, para não sermos surpreendidos”, ressaltou.

Os jogos de ida serão disputados nos dias 23 e 24 de setembro. E a volta, nos dias 30 de setembro e 1° de outubro. Para as semifinais, não haverá mais sorteio. O vencedor deste duelo encarará quem avançar do confronto entre São Paulo e Vasco.

Gazeta Esportiva

Santos quer conceder a Gabigol maior salário do clube para quebrar cláusula



O atacante Gabriel Barbosa não deve ficar de "mãos abanando" após recusar a proposta do Fernebahce, da Turquia. O UOL Esporte apurou que a diretoria do Santos prepara uma proposta para conceder o maior salário do elenco ao jogador.

O aumento salarial é uma estratégia da cúpula alvinegra para aumentar a multa rescisória do atleta, avaliada em 50 milhões de euros [R$ 204 milhões]. Mas o foco principal é derrubar uma cláusula contratual, considerada perigosa pelos dirigentes santistas.

Isso porque o UOL também apurou que o contrato de Gabigol possui a cláusula que obriga o Santos a cobrir propostas da Europa acima de 18 milhões de euros [R$ 73,5 milhões] durante a vigência do contrato. Caso contrário, o clube será obrigado a vender o jogador. A cláusula foi inserida pelo ex-presidente Odílio Rodrigues, que estendeu o vínculo do atleta até o fim de 2019 no ano passado. 

A proposta do clube turco ficou próxima do valor da cláusula e assustou a diretoria santista. O Fernebahce iniciou as negociações com 10 milhões de euros [R$ 40 milhões], mas terminou a transação oferecendo pouco mais de R$ 15 milhões de euros [R$ 61,2 milhões].

A ideia é seduzir o jogador com um aumento salarial considerável e propor a quebra da cláusula, além do aumento automático da multa rescisória. Gabigol já possui um dos maiores ordenados do elenco - ele recebe R$ 180 mil mensais. 

Para sorte do Santos, Gabigol também não pressionou o clube após receber a proposta dos turcos. Um dos motivos que fez o jogador priorizar o clube paulista é o desejo de defender a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. 

Vale ressaltar que o Santos só tem direito a 40% do valor total em caso de transferência de Gabigol. O clube paulista tinha 60% dos direitos econômicos, mas o ex-presidente do clube, Odílio Rodrigues, negociou 20% com um grupo de empresários poucos dias antes de deixar o clube no ano passado.

O dirigente usou parte da verba para pagar dívidas com investidores, envolvendo as transações de Leandro Damião e Felipe Anderson.

Os direitos econômicos de Gabigol estão divididos da seguinte forma: 40% para o Santos, 30% para o atleta, 20% para a Doyen Sports e 10% para um grupo de investidor não divulgado. Esses 10% foram negociados pelos representantes do jogador. 

Uol Esporte

Jogos para sempre - Santos X Corinthians - Brasileirão de 2002